daytodayforever

Início » Uncategorized » Pêssegos – para reis, diabéticos…

Pêssegos – para reis, diabéticos…

julho 2013
S T Q Q S S D
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

A HISTÓRIA DA MASSAGEM

Nenhum evento

Categorias

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 378 outros seguidores

pessegos

Vamos falar um pouco da trajetória desta fruta tão conhecida pela humanidade. Afinal se nos apegarmos apenas a  princípios nutritivos e calorias nos faz perder o desejo de saborear algo e tudo passa a ser apenas alimento. E isto ao meu ver torna-se pragmático. Afinal o prazer aumenta o desejo de nos alimentarmos melhor.

2988422627_f8611f5f3d_z

O pêssego é uma fruta originada na China. É uma fruta cultivada desde 2000 a.C. É mencionada em documentos chineses desde o século X a. C. e saibam também que era uma fruta apreciada por reis e imperadores. Mais recentemente, a história do seu cultivo na China tem sido extensivamente revisada em citações de numerosos manuscritos originais datados de 1.100 A.C. Da China foi para a Pérsia, daí seu nome científico Prunus persica batsch.  Alcançou a Grécia por volta de 300 a. C. Alexandre, O Grande, introduziu a fruta na Europa após conquistar os persas. Os pêssegos já eram bem conhecidos pelos romanos no primeiro século antes de Cristo, sendo largamente cultivados na região da Emilia-Romagna. O pessegueiro é retratado nos afrescos das casas (domus) das cidades destruídas pela erupção do Monte Vesúvio em 79 D.C. Foi trazido para as Américas por exploradores espanhóis no século 16, e eventualmente chegou à Inglaterra e à França no século 17, quando era considerada uma fruta cara e apreciada. O horticultor George Minifie suportamente teria levado pessegueiros da Inglaterra para as colônias norte-americanas no início do século 17.

carav-rapaz-com-cesto-de-frutas-1593-roma

De Caravaggio, Rapaz com cesta de frutas (1592)

Você tem o hábito de comer pêssegos? Deveria. Saiba porque.

Sendo uma fruta pouco calórica quando comparada a algumas outras, o pêssego apresenta consideráveis valores nutricionais de  Vitamina A e B12, evitando problemas de pele, protegendo o organismo contra infecções e auxiliando na formação das células do sangue, além de contribuir com o bom funcionamento do intestino pela presença de fibras em sua composição. É uma boa fonte de betacaroteno, vitamina C e K e é boa fonte de pectina, é rico em antioxidantes, importante para combater os radicais livres. Além disso, em menores quantidades no pêssego, aparecem a vitamina B5 e o ferro.

O pêssego é particularmente indicado para diabéticos e

vítimas de gota.

1929-aloe-bits-n-peaches-480x480

Também ajuda a limpar os pulmões.  Drenam os canais hepáticos e biliares. É um excelente aliado contra hipertensão, prisão de ventre crônica, coração e exercem uma ação favorável nas inflamações agudas dos rins.

Um pêssego médio pesa 75 g, e de maneira geral contem 30 Cal, 7 g e carboidratos (6 g de açúcares e 1 g de fibras), 1 g de proteínas, 140 mg de potássio, e 8% do valor diário de vitamina C. 

0,,48198808,00

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: