daytodayforever

Início » Uncategorized » C.D.A. – E depois da festa…

C.D.A. – E depois da festa…

março 2014
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

A HISTÓRIA DA MASSAGEM

Nenhum evento

Categorias

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 378 outros seguidores

Finalmente agora é oficial. O ano de 2014 começou. Afinal lá se foi o tão querido ou odiado carnaval. Mas não se preocupem, não falarei mal do hit do ano, das pessoas que urinam em qualquer lugar, da customização dos abadas, das fantasias hediondas nos blocos, do aumento da natalidade em dezembro, da escola campeã, do melhor samba enredo, das versões em funk das marchinhas, das meninas que saíram na Banda do Grelo, ou da questão dos garis no Rio de Janeiro.

00_01_de_outubro_carybe_3_escola-de-samba-hector-bernabo-carybe

Uma coisa me chamou muito a atenção este ano. A ênfase que se dá para a preparação das rainhas e madrinhas de bateria das grandes escolas de samba.

Além de dietas rigorosíssimas ou absurdas, circuitos de exercícios mirabolantes, lutas marciais, acompanhadas por especialistas em endocrinologia, fisioterapia, personais, dermatologistas, esteticistas, e acreditem, até tratamento ortomolecular e dieta do tipo sanguíneo. Um verdadeiro séquito para estas mulheres.

Tudo isso em nome da beleza da  mulher brasileira e toda a sua volúpia em plena avenida. Não estamos falando de saúde. O foco é a apresentação para o carnaval.As rainhas e madrinhas de bateria tem que encantar, sambar, rebolar, sensualizar, e levantar todos os ânimos, tanto dos integrantes da bateria como também das arquibancadas e camarotes. Se a bateria tem a importância de nos contagiar com seu som, a rainha e a madrinha tem que nos contagiar com sua dança, com seu ritmo, seus seios, braços, pernas e quadris e sua bela e cara fantasia.

7jan2013---a-madrinha-de-bateria-da-escola-de-samba-paulista-aguia-de-ouro-cinthia-santos-exibe-suas-curvas-em-ensaio-no-barracao-da-escola-em-sao-paulo-cinthia-e-a-india-potira-do-humor

Hoje o padrão de beleza para a rainha e madrinha de bateria exige um corpo definido, com belas curvas e sem resquício de barriga. A mulher continua tendo que ter carne, porém agora dura.

Isto explica o porque de tanta preparação. Além é claro da concorrência. Ser uma madrinha ou rainha de bateria hoje pode lhe gerar ótimos convites futuros. É uma forma de estar em evidência. Revistas, ensaios fotográficos para publicidade ou revistas masculinas. Bons namoros e até casamentos.

Mas o que me chamou a atenção não foram os tratamentos que a mídia especulou tanto, com matérias em revistas, TVs, sites, blogs, e sim duas perguntas que me ocorreram.

14-gvy_t7r

Primeiramente quem paga esta conta que deve chegar a cifras exorbitantes. Tirando algumas que já são celebridades, que podem pagar o investimento, muitas ainda são mulheres da comunidade. O que fazem para conseguirem manter toda esta estrutura preparatória pré carnaval?

E a outra questão que me ocorreu, o que fazem as que não conseguiram grande destaque e bons contratos pós carnaval¿ Quando despem-se desta fantasia de deusas, o que a realidade brasileira lhe oferece¿ Viram fênix na quarta-feira de cinzas, passam quarenta dias jejuando e se arrependendo, ganham um kinder ovo na Páscoa e depois?

O lúdico pode nos fazer esquecer as necessidades básicas que temos por estarmos vivos.

 

Sambaqui Modern Sapiens  (SMS) macaco (1)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: