daytodayforever

Início » Uncategorized » C.D.A – Hello!!!

C.D.A – Hello!!!

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

A HISTÓRIA DA MASSAGEM

Nenhum evento

Categorias

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 378 outros seguidores

canada-brasil-arte

Semana passada, após ler uma matéria no G1, sobre bolsistas do Ciência sem Fronteiras, que protestavam em frente à prefeitura de Toronto, no Canadá, contra o retorno antecipado exigido pelo governo brasileiro, por motivo destes alunos não demonstrarem domínio do idioma estrangeiro, inglês.

Vou por o link da matéria para quem estiver interessado se informar melhor. Assim talvez, entenderão a minha perplexidade perante tal atitude.

http://g1.globo.com/educacao/noticia/2014/04/bolsistas-do-ciencia-sem-fronteiras-protestam-no-canada-contra-regresso.html

Estou perplexo sim. Creio que até Voltaire, repensaria sobre seu famoso pensamento: “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.” 

Sou a favor da liberdade de expressão. Sou a favor do protesto. Afinal se ninguém reclama, é um sinal que tudo anda bem. Mas por favor, reflita, compactue com a ética, não mergulhe no oceano do absurdo. Não banalize o direito de protestar, de reivindicar. Em bom português: não esculhambe com a democracia.

No caso específico destes 80 estudantes, eles inscreveram-se para estudar em Portugal. Por não haver vagas suficientes, foi-lhes sugerido escolher um outro país. Eles escolheram o Canadá. O governo brasileiro financiou um curso de inglês, além da bolsa, de seis meses, para  estes alunos terem condições de frequentaras universidades canadenses.

As bolsas mais os auxílios oferecidas pelo governo brasileiro a estes estudantes, são muito superiores ao salário mínimo brasileiro.

Quem quiser se informar sobre o programa Ciência Sem Fronteira (CSF), auxílios e valores de bolsas no exterior, consulte este link:

http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/valores-de-auxilios-e-bolsas e verão porque tais vagas são tão disputadas.

Analisando a situação friamente; que pretenso cientista sem fronteira, não sabe falar nem inglês? Não estou colocando a questão de falar fluentemente.

Mas, além de irem ao Canadá, terem  um curso de inglês a sua disposição lá, conviveram diariamente com gente que fala inglês, não passam no exame de proficiência da língua?! Alguns nem foram fazer a prova! Mesmo a prova tendo sido adiantada conforme alegam, por favor, não era uma prova em russo ou mandarim.

Eu me pergunto, em que colégios estudaram? Como foram escolhidos para terem direito a essas bolsas? E o que fizeram esse tempo que ficaram as custas do dinheiro público brasileiro no Canadá?

 

Where?!! (Onde?)

Why?! (Quem?)

How?! (Como?)

Uma bolsista até diz: “Nós temos contratos assinados com canadenses de aluguel, telefone, internet. Planejamos uma vida em Toronto e isso está tudo sendo quebrado”.

entrevista-coletiva-val-marchiori-20120110-01-size-598

 

“Hello!!!”

– como diz Valdirene Aparecida Marchiori. Não planejaram que deveriam falar inglês em Toronto? Pelo menos na faculdade! No vestibular, ENEM, escolheram espanhol?

E ainda tem a capacidade de ir a frente da prefeitura de Toronto protestar! Tentam alegar que foram  prejudicados, injustiçados!

Outro depoimento da mesma estudante:

 “Recebemos de repente no dia 16 de janeiro um e-mail dizendo que seríamos obrigados a fazer a prova do Toefl, no outro dia às 9h da manhã. Para ser mais exata, eu recebi esse e-mail às 19h, sendo que deveria estar no local da prova às 9h do outro dia”, diz ela.

“Eu não fiz a prova e não passei, como eu sabia que não ia atingir a nota que eles queriam que fosse. Não estava preparada para fazer uma prova do dia para a noite”

ingles-30-dias

Tenho uma dúvida!  Em que língua protestaram? Foi em inglês, ou francês, porque caso contrário, os canadenses não poderão lhes apoiar em totalidade. Como vão lhes entender? Como ficarão solidários a este grande desejo de permanecerem no Canadá?

Um conselho. Ao invés de protestar, deveriam aproveitar o tempo que lhes restam na cidade e comprar mais perfumes, pares de tênis, chocolate, produtos eletrônicos, cremes estéticos e  roupas, para venderem aos amigos e familiares aqui no Brasil. Já que  a maioria da população brasileira, devido aos impostos, salários e custo de vida, não tem condições de comprar tais artigos e muito menos de viajarem para o Canadá, nem em férias, muito menos para estudar. Também podem esquiar, como preferirem.

images

 

Talvez, nós brasileiros, que através de impostos, financiamos essa aventura científica , também deveríamos protestar.

Poderíamos ir recebê-los no aeroporto, protestando sobre a má utilização  de nossos recursos públicos. E talvez exigirmos o dinheiro investido em vocês durante Your Holiday (suas férias) .

Mas não se preocupem, as faixas e cartazes estarão em português.

Welcome to Brazil!  (Bem vindos ao Brasil)

This is it! (É isso)

Sambaqui Modern Sapiens  (SMS) 

macaco (1)

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: