daytodayforever

Início » Uncategorized » Sementes Oleaginosas – não é só no Natal

Sementes Oleaginosas – não é só no Natal

julho 2014
S T Q Q S S D
« maio   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

A HISTÓRIA DA MASSAGEM

Nenhum evento

Categorias

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 378 outros seguidores

  nozes

Fala-se muito do valor nutricional das sementes oleaginosas. Várias dietas, tanto para emagrecimento, como ganho de massa muscular, adotam o consumo de nozes, avelãs, amêndoas, castanha-do-pará, semente de girassol, semente de gergelim, pistaches, etc. Quais os benefícios e como consumir estas sementes?

Primeiramente temos que ter consciência que estas sementes são ricas em lipídios, algo me torno de 60%, ou seja, são bem calóricas. Então nada de consumir um pacote de 1 kg  de  castanha de caju, enquanto assiste um filme. Para uma boa alimentação, o mais importante é a diversidade de alimentos  em pequenas quantidades. A gordura dessas sementes são consideradas “gorduras boas”. Uma boa saúde esta relacionada a um equilíbrio de todas as substancias necessárias para um bom funcionamento de nosso organismo, principalmente lipídios. Quanto a estas sementes, estudos revelam que algumas podem até aumentar a fertilidade, são ricas em selênio, magnésio, vitamina E, sendo assim, ajudam a prevenir e combater doenças cardiovasculares, etc. 

oleaginosas

Estas sementes podem ser incluídas, em quantidades diárias de 50 a 60 g, em vários pratos, no nosso cotidiano. Elas não servem apenas para sobremesas  e pratos natalinos, que normalmente são bem calóricos. Podem enriquecer saldas, farofas, ensopados, ou até servir de lanchinho entre as principais refeições.  
Para os fissurados em tabelas nutricionais, vamos lá: 

Semente

 unidade

Calorias por unidade

Castanha de caju

2 gramas

11,48 kcal

Castanha do pará

7 gramas

46,48 kcal

Castanha portuguesa

9 gramas

17,46 kcal

Nozes

6 gramas

39,06 kcal

Amêndoas

2 gramas

11,93 kcal

Macadâmia

2,3 gramas

16,12 kcal

Pistache

1 gramas

5,77 kcal

Avelã

Rico em potássio, fósforo, ferro, magnésio e vitaminas A, E, B1, B2 e C. É recomendada para memória por causa de uma rica concentração de vitamina B1 e fósforo. Os lipídios em sua composição ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, AVC, arteriosclerose e a diminuir o LDL (colesterol ruim). Contém antioxidantes que combatem o envelhecimento precoce.

Amêndoas

As amêndoas contêm gorduras monoinsaturadas, vitamina E, ácido fólico e arginina, que é um aminoácido que atua no relaxamento dos vasos e o equilíbrio da pressão arterial.  Contém antioxidantes que combatem o envelhecimento precoce.

Castanha-do-Brasil (castanha-do-Pará)

Se você consumir uma castanha-do-Pará por dia, estará suprindo sua necessidade diária de selênio. O selênio contido nesta castanha tem grande poder oxidante, trazendo benefícios à saúde de hipertensos, idosos, portadores de colesterol alto e Alzheimer. Para melhorar, ainda é rica em cálcio e magnésio, combinação excelente para ossos saudáveis. E não opara por aí, também possui zinco, vitamina A, complexo B (B1, B2, B5) e fibras.

download

Castanha-de-caju

Ajuda na formação de serotonina. Esta substância esta ligada a muitas funções, inclusive nos relaxar, acalmar, combate, depressão, ansiedade, obesidade, enxaqueca e até esquizofrenia.  É fonte de zinco, cálcio e magnésio, além de ótimas quantidades de vitamina do complexo B  e de um aminoácido arginina que auxilia a circulação sanguínea. O mais indicado é consumi-la sem sal. 

Castanha portuguesa

Rica em vitamina A e C, ácido fólico, potássio, magnésio, proteínas e cálcio. Suas propriedades atuam contra infecções, gripes, na prevenção do envelhecimento celular, tem efeito contra  a hipertensão arterial.

Macadâmia

Esta noz australiana, se consumida regularmente, reduz doenças cardiovasculares , aumenta as defesas do organismo, reduzindo processos inflamatórios. É rica em antioxidantes, diminuindo a ocorrência de doenças degenerativas. Ela possui proteína, cálcio, potássio, gordura monoinsaturada e poli-insaturada.

Nozes

Possui ômega 3, vitamina E, potássio, zinco e magnésio. Ótimo para a dieta de quem quer diminuir o nível do colesterol. Mas não vale ser num bolo com recheio de creme holandês.  

frutas-oleaginosas-feat-610x266

Pistache

Fonte de magnésio, fósforo, selênio, cobre e vitaminas A, B1 e B6, está envolvido na produção de hormônios e no funcionamento cerebral. O pistache é rico em fibra e em gordura monoinsaturada, que é a mesma encontrada no avelã.

Semente de gergelim

E rica em cálcio, ômega 6 e proteínas que ajudam a combater a flacidez.  Ainda contém concentração de fibras que estimula o bom funcionamento do intestino e aumenta a saciedade. 

Semente de girassol

Para as pessoas que odeiam banana e vivem sofrendo com cãibras, pela falta de fósforo e potássio, esta aí uma alternativa. Deve-se consumi-la torrada, pois assim, aumenta a quantidade de selênio, fósforo, potássio e vitamina B, D e E. Para as mulheres que sofrem com a TPM e menopausa, a semente de girassol ajuda a amenizar os sintomas. Possui também uma função antioxidante.

bb863283-818f-4bc6-9f39-53115fa8aaca

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: